Inspiração: Japão Vintage!

Outro dia, fuçando por aí, encontrei um site incrível com milhares e milhares de anúncios japoneses antigos. Nunca havia visto nada parecido. É curioso observar que alguns deles até evocam aquele american way of life típico do anos 50, com donas de casa fazendo tarefas do lar, jovens andando de bicicleta ou bebendo refrigerante. Os dos anos 60, com roupas futuristas e no melhor estilo Swinging London, também são fascinantes! E o que dizer dos anúncios de máquina fotográfica com criancinhas fofas?!

Separei alguns dos que mais gostei. Quem quiser conferir o site, é só clicar aqui. Mas já vou avisando: cuidado pra não ficar viciado e perder o dia inteiro olhando os anúncios, pois eles não acabam mais! OBS: o site é todo em japonês, por via das dúvidas, é só sair clicando em todos os links… Risos

Anos 50:

Anos 60:

Anúncios

Comme Des Garçons – Fall 2012

Ainda bem que Rei Kawakubo existe pra nos fazer acreditar que a criatividade e os sonhos ainda habitam o mundo da moda. Não importa se não é comercial ou se parece estranho. As pessoas querem olhar para a passarela e imaginar o novo, aquilo que é improvável. Afinal, qual é a graça de assistir a um desfile com roupas que podem ser vistas em qualquer vitrine da Zara?

OBS1: O que são esses shapes incríveis?!

OBS2: Eu adoro coleções de inverno coloridas! Quem disse que o inverno precisa ser preto e cinza? Se o tempo já é cinza, devemos colorí-lo!

Obrigada, Rei!

Fotos via fashionising.com

Sonho de um Carnaval…

Carnaval é isso.

Carnaval, desengano
Deixei a dor em casa me esperando
E brinquei e gritei e fui vestido de rei
Quarta-feira sempre desce o pano

Carnaval, desengano
Essa morena me deixou sonhando
Mão na mão, pé no chão
E hoje nem lembra não
Quarta-feira sempre desce o pano

Era uma canção, um só cordão
E uma vontade
De tomar a mão
De cada irmão pela cidade

No carnaval, esperança
Que gente longe viva na lembrança
Que gente triste possa entrar na dança
Que gente grande saiba ser criança

Polaroid + Michelle Williams = ♥

Do talento da Michelle Williams como atriz, a gente já sabe. Mas de uns tempos pra cá, seu estilo também tem dado o que falar. Michelle tornou-se um ícone fashion, especialmente depois que apostou no corte de cabelo “joãozinho”, à la Jean Seberg e Mia Farrow, pois ela sabe dosá-lo com roupas ultra femininas e charmosas. O equilíbrio certo! Acho, inclusive, que ela deveria adotar este corte pra sempre (rsrs), pois lhe caiu super bem…

E por falar nisso. Depois de flertar com Kirsten Dunst, a Band of Outsiders, convidou Michelle para estrelar sua campanha Spring/Summer 2012. A fotos, todas em Polaroid, ♥, foram tiradas num cemitério de Los Angeles, o Forever Hollywood. O resultado final ficou uma graça, super lindinho!…

Viva a diversidade!

Amei as 12 capas que a i-D Magazine criou para celebrar 2012, o Ano do Dragão, de acordo com o Ano Novo chinês. No casting, só mulheres chinesas, todas fotografadas por Chen Man em colaboração com Terry Barber, diretor de make up artístico da M.A.C.  Aproveitando a chegada do Carnaval, dá pra se inspirar em vários desse makes, não é?…

Nós, ocidentais, temos uma visão muito limitada sobre o Oriente. Aos olhos de muitos, os chineses podem parecer todos iguais. E o que mais admiro nessas fotos, além da linda direção artística, é a possibilidade de notar que cada uma dessas mulheres possui beleza própria, singular, provando a diversidade do povo chinês, constituído por várias etnias… :)

O look navy de Mayer Hawthorne!

Na última sexta, 3, Mayer Hawthorne fez um show contagiante e inesquecível no Circo Voador! Eu já havia comentado, brevemente, sobre o som e o estilo dele, lembram? Pois é, além de ser ultra talentoso, Mayer ainda tem estilo de sobra! Há quem diga que ele é a cara do Tobey Maguire versão nerd em O Homem Aranha, mas eu prefiro ficar com Buddy Holly! Mayer não dispensa seus “oclões” nerd de aro grosso, que viraram uma marca de seu estilo. Mas o que eu mais gosto, sem dúvida, são seus ternos impecáveis e charmosos. Assim como seu som remete a Motown dos anos 60/70 com uma pegada mais jovem e atual, na hora de se vestir, Mayer costuma misturar ternos e cardigans, com um bom par de tênis estilosos e, vez ou outra, um boné à la hip hop… E é claro que eu não poderia deixar de reparar no figurino que ele usou no show, aqui no Rio. Super divertido e coerente, Mayer vestiu um look total navy: paletó e bermuda (tipo pescador) de linho branco com listras azul clarinho, camisa social de linho branco, meias soquete azul marinho com símbolos de âncora e sapatos dock sider de lona com estampa de corda de navio! E como complemento, um cinto de couro marrom. Naturalmente, ao longo do show, ele foi se “despindo”, tirando o paletó e dobrando as mangas da camisa…Porque, né, não há terno – por mais que seja de linho – que resista ao calor de 40 graus do Rio…

OBS: As fotos acima são do ihateflash.net, que, aliás, fez ótimas imagens do show!

Pesquisando mais a fundo, descobri que os dock siders do Mayer são da Keep! O modelo é unisex e custa 45 Dólares no site da marca! Lindo, né? haha :)